Glaucoma

Glaucoma

O que é Glaucoma?

Glaucoma é definido como uma lesão do nervo óptico, de caráter progressivo, com perda de campo visual. Há risco de cegueira permanente, caso não diagnosticado e tratado a tempo. No mundo inteiro, estima-se que aproximadamente 65 milhões de pessoas sejam portadoras de Glaucoma, sendo considerada a primeira causa de cegueira irreversível.

Por que ocorre?

Há direta relação com a pressão intra-ocular (PIO), sendo que a maioria dos portadores desse problema ocular apresentam PIO elevada. É o aumento da pressão intra-ocular que causa, gradativamente, uma lesão no nervo óptico, provocando a perda da visão.

Por que a pressão intra-ocular aumenta?

O humor aquoso, líquido existente no seguimento anterior do olho, circula continuamente nutrindo a córnea, cristalino e malha trabecular. No caso deste problema ocular,  há uma maior resistência à drenagem do humor aquoso na região do trabeculado, levando a um aumento da PIO.

No olho normal, o líquido sai pela malha trabecular e sai do olho pelo canal de Schlemm. No olho com o problemas há maior resistência deste líquido na malha trabecular.

glaucoma

Fale com um consultor, agende uma consulta com um especialista e cuide da saúde da sua visão:

Fatores de risco

Neste caso, o termo “Fator de Risco” é mesmo mais adequado do que a palavra “causa” para justificar a existência da doença. Alguns grupos com características específicas são mais frequentemente acometidos por esse problema ocular. Se você está em algum desses grupos, aconselha-se fazer visitas de rotina ao oftalmologista:

  • – Pessoas com idade avançada (ou a partir de 40 anos)
  • – Pessoas Negras
  • – Histórico familiar da doença
  • – Pressão intraocular elevada
  • – Córnea com espessura mais fina
  • – Presença de outros problemas oculares
  • – Diabéticos, cardíacos, pessoas com hipertensão ou hipertiroidismo

 

Os fatores de risco que podem ser minimizados são o cuidado com outros problemas de saúde, outros problemas oculares e a pressão intraocular. Esta última, pode ser tratada de três maneiras:

  • • Tratamento clínico
  • • Tratamento com laser
  • • Cirurgia filtrante

 

De todas essas opções, a cirurgia tradicional, também chamada de Trabeculectomia, tem demonstrado maior efeito e estabilidade na redução da pressão intraocular. Tal procedimento, no entanto, geralmente é realizado quando a terapia clínica e com laser não são suficientes para amenizar o problema.

Exames:

Conheça melhor alguns dos exames que o médico pode realizar ou solicitar para diagnóstico desse problema ocular:

Quer saber mais sobre isso? Faça o download gratuito do nosso e-book: